Plataformas de financiamento coletivo dão asas a projetos criativos

Exemplo de como um projeto cadastrado na plataforma APOIA-se, ajuda a formar uma rede solidária de cooperação, através do financiamento coletivo. Crédito -Reprodução Youtube
Exemplo de como um projeto cadastrado na plataforma APOIA-se ajuda a formar uma rede solidária de cooperação através do financiamento coletivo – Crédito: Reprodução Youtube

As novas plataformas de financiamento coletivo tornam projetos e negócios criativos em realidade além de inspirarem diversas pessoas ao redor do mundo.

Por Rebeca Rabel
Jornalismo Econômico/Noite

O crowdfunding, conhecido como financiamento coletivo, virou febre no mundo todo. A força vem graças à variedade de plataformas online que disponibilizam os dispositivos econômicos para que projetos dos mais diversos gêneros se concretizem e aconteçam.  A prática surgiu em 2008 nos Estados Unidos, mas só alcançou o Brasil em 2011 com o website Catarse.

Continue lendo Plataformas de financiamento coletivo dão asas a projetos criativos

Malvadeza: um plano próprio de montar negócio

Entrada para o bar Malvadeza que fica localizado na Travessa do Carmo - Crédito: Divulgação/Malvadeza Pub
Entrada para o bar Malvadeza localizado na Travessa do Carmo – Crédito: Malvadeza Pub / Divulgação

A parceria entre dois colegas universitários possibilitou a criação de uma empresa conhecida e uma marca de cerveja própria.

Por Rayana Garay
Jornalismo Econômico/Noite

Entre a movimentada avenida Loureiro da Silva com a Rua José do Patrocínio encontra-se a pequena Travessa do Carmo, 76, no bairro Cidade Baixa. Localizado ali, um pequeno estabelecimento chama atenção pelo seu nome de entrada: Malvadeza Pub. Entretanto, de pequeno o pub não tem nada. Um de seus sócios, Marlon Muhlbach explicou ao blog de Jornalismo Econômico da UniRitter como surgiu a vontade de criar, juntamente com seu colega de faculdade e agora sócio, Márcio Quadros Pinto, um bar restaurante. Foi nessa época que, morando em cidades diferentes, os dois saíram de suas empresas para criar o Malvadeza.

Continue lendo Malvadeza: um plano próprio de montar negócio

O desenvolvimento da cidade quando a empresa General Motors chega a Gravataí

GM é inaugurada em Gravataí em 2000 – Crédito: Arquivo Pessoal
GM é inaugurada em Gravataí em 2000 – Crédito: Arquivo Pessoal
É na 6ª cidade mais populosa do Estado, localizada a Norte da capital do Rio Grande do Sul, que nasceu a empresa General Motors. O complexo industrial automotivo de Gravataí torna a cidade um polo industrial metal-mecânico brasileiro.

Por Jennifer Van Leeuven
Jornalismo Econômico / Manhã

Em 1996, a General Motors (GM) decide instalar uma nova montadora e escolhe o Brasil como sede. Na época, o orçamento do município era incompatível com as necessidades da população. Em 1997, foram arrecadados R$ 36,5 milhões; em comparação, São Leopoldo e Novo Hamburgo, por exemplo, arrecadaram cerca de R$ 100 milhões. Segundo o ex-Prefeito, Daniel Bordignon, 54 anos, entre os anos 1996 a 2004,  a cidade vivia um atraso e um abandono generalizados.

Continue lendo O desenvolvimento da cidade quando a empresa General Motors chega a Gravataí

Coworkings revolucionam a maneira de estabelecer uma empresa

 Uma das salas de trabalho da Nós Coworking. As cores marcantes fazem com que o ambiente fique descontraído e arrojado
Uma das salas de trabalho da Nós Coworking. As cores marcantes fazem com que o ambiente fique descontraído e arrojado – Crédito: Lauren Dourado

Existente no Brasil desde 2007, o maior atrativo é o custo benefício e a flexibilidade para utilização do espaço.

Por Lauren Dourado
Jornalismo Econômico/Noite

Abrir uma empresa requer planejamento, organização e investimento. Ter um espaço para desenvolver as atividades da empresa é o que os empreendedores buscam. Mas e se este espaço for compartilhado?

Continue lendo Coworkings revolucionam a maneira de estabelecer uma empresa

A agricultura que envolve a família

Pavilhão da Agricultura Familiar – Crédito: Wesley Dias
Pavilhão da Agricultura Familiar – Crédito: Wesley Dias
A agricultura familiar chegou para o seu 18º ano na 39ª Exposição Internacional de Animais, Máquinas, Implementos e Produtos Agropecuários (Expointer) com 227 expositores, mobilizando cerca de mil famílias. 

Por Wesley Dias
Jornalismo Econômico / Manhã

Sempre trazendo muito sabor e qualidade de produção, o negócio familiar tem sido marca registrada de sucesso a cada ano. Mas quem está por trás de tudo isso? Quem trabalha para o êxito do pavilhão da agricultura familiar na Expointer?

Silvia Menegati, 41 anos, agricultora, está há seis anos prestando serviços na Exposição Internacional de Animais, Máquinas, Implementos e Produtos Agropecuários (Expointer). Vinda de uma família que trabalha com a produção de leite, ela resolveu seguir a tradição levando em frente os negócios. Através dessa matéria prima, começou a comercializar biscoitos e outros derivados.

Continue lendo A agricultura que envolve a família

Taxistas buscam alternativas para fidelizar clientes em meio à crise

Taxistas driblam a crise com um serviço personalizado e agradam aos clientes - Crédito: Leandro Osório
Taxistas driblam a crise com um serviço personalizado e agradam aos clientes – Crédito: Leandro Osório
Em época de crise econômica e de concorrência, sobreviver no setor de serviços é uma tarefa árdua. Quem atua como motorista de táxi tem que se virar como pode e, até mesmo, aderir às tecnologias para atrair mais clientes.

Por Melissa Renz
Jornalismo Econômico / Manhã

José Carlos Gonçalves, 36 anos, mais conhecido como Zé do Táxi, usa vários artifícios para fidelizar seus clientes. Formado em Direito, ele atua como taxista há 16 anos. Mesmo antes da crise, já possuía uma lista de clientes fixos. E o segredo para se manter na profissão é a relação de confiança e a personalização do atendimento.

“Trabalho na maioria das vezes com corridas agendadas, o que facilita agradar a meu cliente com alguns mimos, como, por exemplo, seu chocolate preferido. Em corridas mais longas, lanchinhos como barrinhas de cereal e até bebida preferida. Uma cervejinha gelada a caminho da balada, quem não curte, né?”, conta.

Continue lendo Taxistas buscam alternativas para fidelizar clientes em meio à crise

Agricultura Familiar: um recomeço

A expositora Maria Ceni da Costa, na banca 13 do Pavilhão da Agricultura Familiar – Crédito: Gisele Barbosa
A expositora Maria Ceni da Costa, na banca 13 do Pavilhão da Agricultura Familiar – Crédito: Gisele Barbosa
Segundo levantamento realizado pela Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Rio Grande do Sul (Fetag-RS), os agricultores familiares são responsáveis por uma produção de 70% dos alimentos que chegam à mesa dos brasileiros.

Por Gisele Barbosa
Jornalismo Econômico / Manhã

O casal de aposentados da cidade de Bom Retiro do Sul encontrou, na agroindústria, um novo modo de viver, e o primeiro sonho realizado foi a participação na 18ª edição da Feira da Agricultura Familiar do Parque de Exposições Assis Brasil. “O sol ainda demora a nascer, mas o som que sai da cozinha, às quatro horas da manhã, é rotineiro em nossa casa”. Foi assim que iniciamos nossa conversa, na Banca 13, do Pavilhão da Agricultura Familiar da 39ª Exposição Internacional de Animais, Máquinas, Implementos e Produtos Agropecuários (Expointer).

Continue lendo Agricultura Familiar: um recomeço

Crise? Que nada!

Dona Neusi e seu marido Harlei em seu quiosque no pavilhão da agricultura familiar - Crédito: Carolina Ferreira
Dona Neusi e seu marido Harlei em seu quiosque no pavilhão da agricultura familiar – Crédito: Carolina Ferreira
No Pavilhão da Agricultura Familiar da 39° Exposição Internacional de Animais, Máquinas, Implementos e Produtos Agropecuários (Expointer), há muitas histórias de trabalho duro até chegar à Feira.

Por Grazielle Corrêa
Jornalismo Econômico / Manhã

Ao falar em crise, alguns produtores chegam a afirmar que ela não existe, que a venda de seus produtos aumentou mais. Para alguns, outros sãos os problemas que afetam a produção.

Esse é o caso de Neusi Weiher e do seu marido, Harlei Germano Weiher, que trabalham no quiosque Harlei Germano Weiher. Eles são produtores de mel, na cidade de Bom Retiro do Sul, e já estiveram na Exposição Internacional de Animais, Máquinas, Implementos e Produtos Agropecuários (Expointer) outras quatro vezes. Eles dizem que, com a agroindústria valorizada, o crescimento de sua renda aumentou. No começo, eles contavam com apenas 40 colmeias, e agora já estão com 250. Isso fez com que conseguissem vender mais de 480 quilos de mel nesta edição da feira.

Continue lendo Crise? Que nada!

Agricultura Familiar: a consolidação do espaço das famílias do campo

Desenvolvimento saudável das plantas é a base da produção agrícola ecológica - Crédito: Carolina Ferreira

Desenvolvimento saudável das plantas é a base da produção agrícola ecológica – Crédito: Carolina Ferreira

Cada vez mais presente nas mesas dos gaúchos, os produtos da agricultura familiar ganham mais destaque a cada ano na Exposição Internacional de Animais, Máquinas, Implementos e Produtos Agropecuários (Expointer).

Por Carolina Ferreira
Jornalismo Econômico / Manhã

Na primeira edição da feira, que ocorreu no ano de 1999, eram apenas 30 expositores, instalados sob uma estrutura improvisada com lonas. Cinco anos depois, o atual pavilhão foi construído e, hoje, abriga mais de 200 estandes. No total, são 227 bancas, com mercadorias produzidas por famílias de pequenos agricultores de diversos segmentos, como sucos, vinhos, panificados, bolachas, cucas e os mais procurados: os salames e os queijos.

Continue lendo Agricultura Familiar: a consolidação do espaço das famílias do campo

Após 30 anos da instalação, o campus Zona Sul da Uniritter é unanimidade no bairro

Vista das salas de aula da UniRitter Campus Zona Sul - Crédito: Daniela Fernandes
Vista das salas de aula da UniRitter Campus Zona Sul – Crédito: Daniela Fernandes

Por Daniela Fernandes
Jornalismo Econômico / Manhã

Desde 1986,  quando o Centro Universitário Ritter dos Reis (UniRitter) se instalou no bairro Alto Teresópolis, na Zona Sul de Porto Alegre, muita coisa mudou.  Às vésperas da chegada da faculdade, a rua que era de paralelepípedo foi asfaltada, o transporte público ganhou mais uma linha de ônibus e uma lotação, e hoje até um posto de combustível foi instalado nos arredores. Sem sombra de dúvidas, a chegada deste grande empreendimento trouxe melhorias e benefícios aos moradores do bairro.

Continue lendo Após 30 anos da instalação, o campus Zona Sul da Uniritter é unanimidade no bairro