Arquivo da tag: 39ª Expointer

O novelo campeão

Nas mãos o velo bruto de lã no preparo do animal para o grande julgamento - Crédito: Leandro Osório
Nas mãos o velo bruto de lã no preparo do animal para o grande julgamento – Crédito: Leandro Osório

As mesmas mãos que labutam forte no campo, mostram a maciez para o manuseio do velo de lã perfeito nas ovelhas da raça Corriedale na 39ª Exposição Internacional de Animais, Máquinas, Implementos e Produtos Agropecuários (Expointer)

Por Leandro Osório
Jornalismo Econômico / Manhã

Ao contrário do que as fábulas contam, as ovelhas possuem importante papel para a economia e para a pecuária gaúcha. Na 39ª edição da Exposição Internacional de Animais, Máquinas, Implementos e Produtos Agropecuários (Expointer),  dos 748 ovinos inscritos para o evento, 78 eram da raça Corriedale, informa Roberto Araújo, veterinário da Associação Brasileira de Criadores de Ovinos (Arco).  Segundo Roberto, a raça Corriedale, originária do pampa uruguaio, representa 60% do rebanho de ovelhas existente no Rio Grande do Sul, sendo esta uma das poucas espécies com aptidão genética de produzir lã e carne.

Continue lendo O novelo campeão

O que é preciso para ter um animal campeão?

A ovelha grande campeã da Cabanha Três Ilheiras, de Viamão -Crédito: Aleksander de Araújo
A ovelha grande campeã da Cabanha Três Ilheiras, de Viamão -Crédito: Aleksander de Araújo
Ser premiado na Exposição Internacional de Animais, Máquinas, Implementos e Produtos Agropecuários (Expointer), independentemente da categoria, é algo para poucos. Apenas os melhores animais da América Latina têm a honra de receber tal condecoração. Tendo isso em vista, centenas de expositores levam seus animais para a feira em busca do tão sonhado prêmio, que traz, não apenas a valorização do premiado, mas de toda a cabanha, aumentando assim o possível lucro.

Por Aleksander de Araújo
Jornalismo Econômico / Manhã

“Tu não terás um grande campeão sem ter uma mãe boa. Tudo começa pela genética”, afirma Vladinis Miranda, médico veterinário, com mestrado em reprodução animal, pela Universidade Nacional de Brasília. Seguindo a tradição da família, Vladinis toma conta da cabanha do Rosário. O veterinário assegura que, para chegar ao tão desejado posto de “Grande Campeão” da Exposição Internacional de Animais, Máquinas, Implementos e Produtos Agropecuários (Expointer), não é fácil e, também, não acontece da noite para o dia: “eu costumo dizer que, com pouco investimento, leva em torno de 20 anos para ter uma genética mais ou menos consolidada”.

Continue lendo O que é preciso para ter um animal campeão?

Forte no campo, saudável na mesa

Os búfalos campeões da Fazenda Panorama de Camaquã - Crédito: Bruno Quiroga
Os búfalos campeões da Fazenda Panorama de Camaquã – Crédito: Bruno Quiroga

A carne de búfalo vem se tornando um prato menos gorduroso na culinária, e, quem sabe, até mais rentável ao produtor do campo.

Por Bruno Quiroga
Jornalismo Econômico / Manhã

Com menos de 40% de colesterol em sua carne, o Búfalo pode se tornar uma nova opção saudável na mesa dos brasileiros. Apresentando um maior acúmulo de gordura nas paredes torácicas e na cavidade abdominal, ainda apresenta um menor acúmulo de gordura entre os grupos musculares, tudo isso resultando em uma carne menos gordurosa e  mais saudável. Continue lendo Forte no campo, saudável na mesa

Escola do chimarrão: harmonia e aproximação entre as pessoas

Os 36 tipos de erva mate expostos na Escola do Chimarrão na Expointer - Crédito: Letícia Anele Kruse
Os 36 tipos de erva mate expostos na Escola do Chimarrão na Expointer – Crédito: Letícia Anele Kruse
A 39ª Expointer reuniu muitas atrações, mas um local específico chamou a atenção de gaúchos e turistas: a Escola do Chimarrão. A atração ensina a preparar diferentes tipos de mates. A erva­ mate destaca-se pela sua importância em termos medicinais e nutricionais.  A escola foi um dos lugares mais visitados.

Por Letícia Anele Kruse
Jornalismo Econômico/Noite

Preparar um bom mate em 11 segundos é o que ensina a Escola do Chimarrão, uma das atrações mais visitadas no Parque  de Exposições Assis Brasil em Esteio (RS) durante a 39ª Expointer que neste ano foi realizada de 27 de agosto a 4 de setembro.

Parece fácil colocar uma colher de sopa de erva­ mate no fundo da cuia, água quente na temperatura de 70° na quantidade desejada (normalmente até o pescoço da cuia), empurrar a erva ­mate com a bomba para a lateral criando um espaço e completar com água e movimentos laterais leves. E depois segurar a bomba pelo resfriador, introduzir na cuia e posicionar no mate. Mas será que é fácil mesmo? Continue lendo Escola do chimarrão: harmonia e aproximação entre as pessoas